Archive | março, 2010
Article

Louvor é intimidade – Qua. 31/03

“Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração.” [Salmos 32:11]

É simples falar de felicidade quando o que mais se vê é a ausência dela?
Não, não é simples. Já dizia Vinícius de Moraes, “tristeza não tem fim, felicidade sim.” É como se o constante fosse o triste, e no decorrer da vida, encontrássemos alguns espasmos de alegria.
Se assim não fosse, por que a igreja estaria morna, cumprindo regras que já não fazem mais sentido? Sabemos que desde que o pecado entrou no mundo a realidade não é ser feliz.

E como se alegrar em Deus quando tudo parece triste? Como se tornar sensível aos detalhes que Ele escreve em silêncio? Como amar ao próximo, se tampouco há esforço para conhecer quem amou primeiro? Como louvar um Senhor que não é o dono da minha vida?

Parece contraditório demais viver um cristianismo sem essência. Não há nada mais trágico do que estar perdido dentro da igreja. E não há nada mais triste, do que não viver sob a Graça de Deus.

A base do “comentário” hoje, não é a sua necessidade, mas a autoridade dEle. Missões não existem porque a adoração não existe. O amor de Deus define a Sua natureza, e isso nos aproxima dEle. Por exemplo, você se aproximaria de Deus se Ele não te amasse? Apenas pense.

O amor gera amor. E só confia quem O conhece, quem O teme. Em sua oração, peça à Ele sensibilidade para encontrá-Lo em diversos lugares e momentos, não só naquela meditação de 10 minutos por dia. Tome seu tempo. Tenho certeza que Ele se fará presente onde você menos imagina.

Lívia Longo

Faça seu comentário
Article

Amor a Cristo – Ter. 30/03

Deus deseja um povo que O ame e O sirva de todo coração, de toda alma e de todo entendimento. [Mateus 22: 37,38]. o que Ele quer nos dizer é que tenhamos um relacionamento capaz de transformar nosso caráter e não simplesmente seguir doutrinas corretas e praticar um bom estilo de vida. Era seu propósito fornecer a humanidade um plano mais elevado de experiência do que com as demais criaturas, pois somos especiais, e parte dessa qualidade especial é revelada na relação de amor que somos chamados a ter com Deus.

Ao tentarmos nos relacionar, podemos achar que Deus não fará diferença em nossa vida, mas a realidade é que podemos estar afastados de mais para senti-lo. lê-mos no livro de Ellen G. White conselhos aos pais e professores p. 329 o seguinte conselho: “não podemos avançar na experiência cristã enquanto não afastarmos de nosso caminho tudo quanto nos separe de Deus.”

Ame a Cristo com tudo o que você tem, Ele nos revelou a sua iniciativa de amar, nos amando primeiro e hoje ele tem convidado a cada jovem para viver essa experiência.

O que é o amor senão uma relação diária com Aquele que nos ama incondicionalmente.

Ingrid Oliveira

Faça seu comentário
Article

Coração, mente, ações e o Deus da graça – Seg. 29/03

O coração ama e se entusiasma com o pecado. Isso acontece quando estamos escravizados a Satanás, quando estamos envolvidos com o pecado o nosso coração está  fixado em coisas impuras. Quando amamos o pecado, e nos deparamos diante dele o nosso coração anseia, anela e o deseja.

Esse desejo é levado a nossa mente, pois uma mente em pecado tem continuamente pensamentos pecaminosos, isso pode atrapalhar nossas atividades, perdemos as bênçãos e corremos perigo. A mente é um campo de decisões, e quando  a tomamos baseados nas emoções, certamente estas influenciaram nossas ações.

O seu coração, anseia pecado ou salvação? E suas decisões tem o levado ao pecado ou a salvação? Suas ações são de um cristão, ou de um pecador conformado com a escravidão?

Após o pecado nos tornamos minúsculas manchas pretas perante o Universo, Deus nos olhou com terno amor e nos ofereceu um presente chamado GRAÇA.

Em contraste com a pessoa que o coração ama o pecado e a mente tem pensamentos pecaminosos, está aquele cujo o coração é livre em Cristo, se entusiasma na verdade e no amor. Seus pensamentos estão nas coisas do Alto, e não nas coisas terrenas conforme   Colossenses 3:2  (NVI).

Quando entendermos e aceitarmos está graça na nossa vida, não mais falaremos desta GRAÇA, como alguém que decorou alguns versos bíblicos, ou como pessoas que na igreja tem um comportamento e em casa tem outro. Quando de fato aceitarmos esta GRAÇA, nossas ações será a manifestação da gratidão pelo que Jesus fez por nós, será uma vida de alegria e testemunho porque um dia fomos manchas pretas e agora fomos resgatados pelo sangue derramado na cruz.

Querido jovem o que você  fez para merecer a vida eterna?

Nada? Então, agora você  pode entender o que é graça, não merecia, não fez nada por ela, mas Deus lhe deu.

Se você aceitar, não mais rastejará como serpente, mas voará como Águia!

Então corra!!! Grite!!!! Pule!!! Divulgue o Deus da Graça, não só através de palavras, mas de ações como manifestação de um coração pleno de gratidão e louvor pelo que nos foi dado e prometido em Jesus.

Coloque os seus pensamentos nas coisas do alto, porque é lá que agente vai se encontrar!

Felipe Menezes

Faça seu comentário
Article

Amor: Respostas para corações quebrantados deste mundo – Dom. 28/03

Dizer a qualquer pessoa que Deus é amor é rezar uma frase que já se tornou costumeiro. Porém nas condições de nosso mundo vivenciando situações trágicas e desesperançosas aonde vemos homicídios, latrocínios, corrupção, imoralidades, injustiças diversas e pasmem!

Hoje foi divulgado que cientistas fizeram o maior experimento do mundo ao reproduzir com sucesso o “big bang” e assim em breve vão nos explicar o mistério da criação através dos 3bi de euros gastos nesse projeto. (poderiam ter sido gastos com outras prioridades)

É difícil compreender e enxergar onde está o amor de Deus está atuando nesse mundo. Fico a imaginar nosso Deus a observar todo esse planeta perdido dentro de suas “ciências” com os seres-humanos cada vez mais longe de suas origens, distantes dos verdadeiros valores morais. Parece uma reedição dos tempos de nosso profeta Noé. Entregues aos próprios desejos e totalmente distantes daquele que deve ser o centro de nossas vidas.

Mas vamos responder nossa pergunta: Onde o amor de Deus se revela nos dias de hoje?

Ao ler as passagens bíblicas sobre o caráter de amor divino revelado na cruz vejo que o maior desejo do Pai, consiste em ver seus filhos amando-se com amor fraternal, refletindo o que um dia foi feito por cada um de nós. Entender o Amor de Deus – mesmo que impossível – refletir sobre o que ele faz por nós dia a dia é necessário para nossa saúde espiritual, ter compreensão, sentir-se amado pelo próprio Deus influencia diretamente na sua saúde e bem estar.

Ter uma atitude amorável pelo próximo é a forma mais eficaz e oportuna que Deus procura operar através de cada servo. Quando entendo o amor de Deus em minha vida, livrando-me de morrer, entendo de que forma preciso tratar as pessoas a meu redor, se recebo amor compartilho desse amor. Ter uma vida diária de atitudes amoráveis faz parte de uma vida saudável, faça das suas atitudes hoje, atitudes de amor para que as pessoas enxerguem que o amor de Deus nesse mundo está revelado através de você! Copiamos e somos influenciados por tantas coisas más, faça a escolha de seguir o exemplo da cruz.

Que responsabilidade! E que benção você pode ser nas vidas alheias.

Diego Cavalcante

Faça seu comentário
Article

A essência do caráter cristão – Sex. 26/03

“E também agora está posto o machado à raiz das árvores, toda árvore pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo”. (Mat. 3:10)

Depois de um trimestre estudando sobre o fruto do espírito e seus vários
aspectos, chegamos a última semana com a seguinte pergunta: Como esse fruto está sendo produzido em nossa vida? Como saber se eu estou ou não produzindo este fruto?

Jesus ao orientar seus discípulos sobre como distinguir os falsos profetas,
dos verdadeiros, deu uma dica bem simples, dizendo: pelos seus frutos os
conhecereis.

As pessoas nos conhecem pelos nossos frutos, nossas palavras, nossas
atitudes. A vida que levamos fala de nosso caráter, a maneira como reagimos
diante das situações da vida, mostrarão se estamos ou não sendo guiados
pelo Espírito Santo.

A lição dessa semana afirma que amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio são a essência do caráter cristão.

O cristão que verdadeiramente pretende viver eternamente com Jesus, estará buscando diariamente viver sob o comando do Espírito Santo. Nesse processo, o estudo diário da palavra é de suma importância, pois torna o jovem perfeito e perfeitamente instruído por toda boa obra” (II Tim 3:17).

A oração não pode ser desprezada, pois ela nos põe em imediato contato com a fonte de vida.

Jesus afirma que toda árvore que não produz bons frutos será cortada.

Agora é tempo de fazermos uma auto-avaliação e nos achegarmos cada vez mais perto do Espírito Santo para que possamos ser transformados e naturalmente produzir bons frutos.

Bom estudo e um feliz sábado!!!

Ailton Alcantara

Faça seu comentário