Archive | abril, 2010
Article

Educação Ambiental – Sex. 30/04

Quando lemos os primeiros versículos do capítulo 1 de Gênesis, encontramos Deus preparando um ambiente para os seres que haveria de criar. Fez a Terra em sua estrutura física, depois, da água fez surgir a porção seca. Fez também o Sol e a Lua, bem como as estrelas, o vento e as nuvens. Depois coloriu tudo com diferentes matizes, ao criar os vegetais. Em seguida, criou os pássaros e os demais seres do reino animal. Quando todo o ambiente estava pronto, criou o homem e o colocou neste local maravilhoso, que chamou Éden. A sucessão entre o dia e a noite, a direção do vento e sua própria existência, os mistérios da luz e do som (Jó 37:16), a floração das plantas, os frutos deliciosos – tudo era objeto de admiração e estudo dos alunos da primeira escola ao ar livre na Terra.

Quando o homem caiu em pecado, Deus teve que expulsá-lo do Éden. Uma das primeiras lições foi avisar-lhe de como seria o ambiente que teria que enfrentar (Gên. 3:18). Depois vemos Deus usando as forças ambientais da natureza por ocasião do Dilúvio. Muitas vezes, como no caso do Êxodo, vemos Deus tirando Seus instrumentos humanos para um lugar no deserto ou em outro ambiente longe da civilização, com o propósito de preparar Seus servos, em meio à natureza, para as grandes tarefas por Ele designadas. Durante os momentos que se seguiram à morte de Jesus, a natureza deu visíveis sinais de sua íntima relação com o Seu Criador. Embora haja trabalhado muito dentro das cidades, Jesus sempre buscou as montanhas e os lugares reservados, em meio à natureza, para comungar com o Pai Celestial e dEle obter forças para continuar Sua árdua missão. No final da história da humanidade, a natureza, revolta e destroçada, se tornará inóspita por mil anos, em nosso planeta. Porém, ao final desses mil anos, Deus fará tudo novo, incluindo a natureza, que voltará a ser linda, exuberante, maravilhosa! Sim! A natureza cantará conosco, em júbilo, no grande dia da vitória do nosso Redentor. E quanto a nós? Bem, ser-nos-á devolvida a beleza edênica e o grande livro da natureza será novamente um compêndio que Cristo utilizará para Seus agradáveis encontros com os seres humanos. Eu quero estar lá. E você?? Portanto, prepare-se para esse grande encontro que vai ser simplesmente divino.

(Parafraseado do 2º Seminário de Enriquecimento Espiritual – Saúde e Adoração)

Maria Luisa de Carvalho Araujo da Silva

Faça seu comentário
Article

A luz do ambiente – Qui.29/04

“Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o Seu eterno poder, como também a Sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas” (Rm 1:20). As coisas da natureza que agora contemplamos nos dão apenas uma fraca ideia da glória do Éden. O pecado manchou a beleza da Terra; podem-se ver em tudo os vestígios da obra do mal. Todavia, permanece muita coisa bela. A natureza testifica de que alguém, infinito em poder, grande em bondade, misericórdia e amor, criou a Terra, enchendo-a de vida e alegria. Mesmo em seu estado defeituoso, todas as coisas revelam em ação a mão do artista por excelência. Para onde quer que nos volvamos, podemos ouvir a voz de Deus, e ver testemunhos de Sua bondade” [Ellen G. White, Ministry of Health and Cure, p. 234]

Faça seu comentário
Article

Decisões – Qua. 28/04

Placa Decisiva Direita-Esquerda sobre o ceu azul

No princípio Criou Deus os Céus e a Terra. Os dias que se seguiram foram completos de criatividade e harmonia, até a chegada de Adão e Eva. Ambos viviam no Éden, desfrutando de suas belezas naturais e da doce presença do Criador. Até que, um belo dia, Eva prova do fruto proibido, desafiando o conselho de Deus, levando-a a perdição e morte. Morte? Morte. A partir daquele momento, o casal adentrou em um universo até então desconhecido, obscurecido pelo mal.

Quando leio Gen 1-4, fico a imaginar o que passava na mente deles quando comeram do fruto. Não quero defendê-los, tampouco condená-los. Mas será que tinham noção do que seria o pecado, a morte, a perdição e as trevas? Tudo deve ter sido muito complicado e um sofrimento tremendo ao verem-se separados do Pai após aquela triste decisão.

Ao olhar os noticiários, vemos suas marcas sobrepostas às gerações seguintes. Nosso planeta está cercado de desastres. Aquecimento global, poluição, escassez d’agua, doenças provenientes do meio, como distúrbios aliementares, mentais e sociológicos; famílias destruídas, crianças abandonadas, drogas, prostituição, crimes, desigualdade social, corrupção, dentre tantos outros infelizes problemas.

Adão e Eva caíram, o tempo mostra que é fato. Nós apenas perpetuamos àquela decisão de auto-confiança, levando à ruina um mundo que o Pai criou para ser belo e exaltar Seu nome. E, ainda que vivamos almejando lindos ideais, infelizmente esse planeta não voltará a ser o que foi um dia, não por nossa própria força.

Então, o que nos motiva a viver de forma consciente perante um mundo perdido? Seria focar consequências? Acredito que esse não é o melhor caminho. Os maiores cabeças nas decisões mundiais, focaram simples consequências seguindo o coração, e hoje vemos que o foco estava errado. Jesus quando esteve por aqui, antes de morrer, pediu que Deus afastasse o cálice de sua frente, e que a decisão dEle estivesse em primeiro lugar. E graças a abnegação de Cristo, aliada a força sobrenatural do Pai, temos hoje a esperança de um mundo livre do pecado.

Que lição maravilhosa Jesus nos ensina. Abnegação até a morte.
Que nossa excelência seja nEle, sempre. Amém.

Lívia Longo

Faça seu comentário
Article

A terra depois do pecado – Ter. 27/04

Muita coisa aconteceu desde que o pecado entrou neste mundo, Adão e Eva enfrentaram algumas sérias consequências. Deus deu a eles a tarefa de cultivar e guardar o jardim do Éden, por certo era uma tarefa muito agradável que lhes dava prazer, porém depois da entrada do pecado é que se fatigavam para ganhar o pão (Gênesis 3:17).

A cada dia notamos o homem degradando a natureza, as pessoas passaram a usá-la e manipulá-la para sobreviver neste novo mundo infestado pelo pecado, uma vida na Terra em risco. Deus nunca nos deus permissão para abusar daquilo que Ele e Seu poder criador fizeram. Ele nos concede permissão para usar os recursos que Ele nos deus e deixa claro que devemos usá-los sabiamente.

Na Nova Terra, o Éden será restaurado, Deus dará ao homem, outra vez, um lindo jardim e árvores agradáveis aos olhos (Gênesis 3:8). Aprenderemos mais a respeito do amor, da criação e da perfeição de Deus. Conheceremos o Seu caráter e Suas obras. Os redimidos empenhar-se-ão em ocupações e prazeres que levaram felicidade a Adão e Eva no início. Será vivida a vida edênica, a vida no jardim e no campo. Amaremos pela eternidade; e quanto mais o amaremos, mais felizes seremos pois é chegada a hora deste grande dia.

Ingrid Oliveira

Faça seu comentário
Article

Incrível!!! – Seg. 26/04

Indescritível, Inimaginável, Majestoso, Esplêndido, Grandioso, Maravilhoso és tu Deus!

É incrível! Existe um Deus indescritível! Como nós sabemos disso?
Basta sair em uma noite escura, e olhar para o céu, e quando você olhar… saberá que existe um Deus que vai além dos nossos sonhos mais loucos.
O salmista diz: “Os céus revelam a glória de Deus.

Não servem apenas para segurar estrelinhas brilhantes. Elas estão no céu gritando para aqueles que estão aqui em baixo: “Deus é maravilhoso, Ele é indescritível, incrível!

Ele é maior do que seus sonhos, maior do que sua maior oração, Ele é mais do que o maior passo de fé que você já deu. Este Deus é maravilhoso! Basta olhar para o alto.

E a Bíblia diz: “Os céus declaram a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras de suas mãos.

Hoje o Universo está dizendo:
Não ignore Deus, e não O desconsidere, porque Deus é enorme, Ele é gigantesco.

Eu não tenho fé suficiente para ser um ateu, porque acreditar que o mundo foi criado do nada é preciso ter muita fé, da qual nós cristãos não temos, e preferimos acreditar em um Deus criador.

No princípio criou Deus os céus e a terra.Gên 1:1

A ciência diz que foi uma grande explosão, pode até ser. Imagine quando Deus criou os céus e a terra, deve ter havido um grande estrondo, um evento e tanto.
No verso três encontramos Deus dizendo: Que haja luz e então houve luz.
Quando Deus abriu a boca pedindo luz, esta saiu em uma velocidade de 300 mil km por segundo. Afinal, aprendemos na escola que a luz viaja a 300 mil km/s, e isso é tão rápido que mal conseguimos imaginar. Você já tinha parado para pensar nisto?

Deus é incrível!

E quando você não tiver mais a Bíblia, ou, mesmo que ache que não existam mais motivos para adorar a Deus, então olhe para as estrelas, para a velocidade que a luz é emitida do sol, e verá a demonstração do amor de Deus por cada um de nós e o seu poder.

Talvez você esteja se sentido pequeno como eu, mas, este é Deus. Um Deus de força, rapidez, majestade, nobreza, essência, amor… um Deus gigante que criou o Universo e tudo o que nele há em seis dias e os controla na palma da mão. Depois de tudo isso, você consegue imaginar o tamanho de Deus? Eu não consigo, mas sei que Ele seria capaz de chamar você que está lendo este texto agora pelo nome, e o convidar a ter um relacionamento com Ele que jamais acaba.

Deus separou o sábado para nós O ADORARMOS, não somos nada, não podemos acrescentar uma hora no dia, nem podemos curar um câncer, não podemos transformar corações, nem resolver os problemas do mundo, e quem dirá aliviar a dor da escuridão da morte.
E se você acha que sua vida tem virado de cabeça para baixo de uma hora para outra, assim como muitas vezes eu achei, eu quero lhe dizer que a vida do Criador do universo também virou, quando entrou o pecado no mundo.

Agora este Deus tão grande, se fez homem através de Jesus Cristo e morreu em uma cruz para que eu e você pudéssemos compreender que apesar de não sermos ninguém, somos amados, compreendidos e nossa vida tem um preço muito alto para sermos tão egoístas a ponto de não separarmos um dia na semana para esquecermos “tudo” e estarmos com nossa família e adorarmos a este Deus tão grande.

O sábado é um dia de alegria e se ele ainda não tem sido em sua vida, o convido a acessar este link e conhecer um pouquinho mais sobre um dia de esperança.

Que nesta semana, este Deus tão grande seja o seu companheiro, e possamos nos preparar desde já para o sétimo dia.

Felipe Menezes

Faça seu comentário