Archive | junho, 2013
Article

Passado, presente e futuro – Dom. 30/06

Todo mundo já deve ter ouvido a frase “aprenda com seus erros”, mas o que você faria se soubesse o futuro? Se tivesse a oportunidade de antecipar seus erros, você agiria com antecedência para corrigi-los?

0dc3955b09_86719253_o2

Acabamos de encerrar uma lição onde nos foi dada a oportunidade de aprender com as faltas dos nossos antepassados, e apesar de a última lição se chamar “Para que não nos esqueçamos”, pelo menos o que eu pude perceber na minha vida, é que continuo repetindo os mesmos problemas.

E se na lição passada fechamos o trimestre falando de passado, nesta começamos falando em futuro. A lição começa falando da descrição da igreja de Laodicéia. Muitos acreditam que quando esse texto de Apocalipse foi escrito, além de um detalhado relatório acerca da igreja daqueles dias, era também uma alerta para a igreja de nossos dias.

01

Nós crescemos ouvindo isso em vários sermões. A expressão “nem quente, nem frio” é bastante conhecida no nosso meio, e descreve exatamente a mornidão, ou a indiferença do cristianismo que vivemos hoje em dia.

Mas se crescemos ouvindo isso, se já sabíamos que tudo seria assim, por que então não fazemos nada para mudar? Por que não antecipamos esse erro e fizemos de tudo para retratá-lo? E mesmo hoje, em meio a essa falta de compromisso, continuamos fazendo jus a essa descrição.

A lição vem nos relembrar da necessidade de reavivamento e reforma, de esquentar a nossa fé e criar calor cristão no nosso meio.

03

A promessa do Amém, é de um Deus que quer fazer a sua vontade em nossas vidas. O convite da Testemunha Fiel e Verdadeira, é a de seguir os mesmos passos de amor e comunhão que Ele demonstrou. O apelo do Princípio da Criação de Deus é o de fazer novas todas as coisas, a começar em nossa vida.

Cristo diz que está à porta e bate, e se Ele está lá batendo, é porque em algum momento o trancamos do lado de fora. Aproveite cada semana deste trimestre para abrir seu coração e clamar pela presença de Jesus em nossas vidas.

Isaque Resende

Faça seu comentário
Article

Pra que não nos esqueçamos! – Sex. 28/06

Lembrete_mão_dedo

Sabe quando aquela série ou livro que a gente ta gostando tanto esta na ultima temporada? Dá uma “tristezinha”, uma saudade antes de terminar o ultimo capitulo. Assim que me sinto hoje com relação a lição desse trimestre. Gostei tanto, aprendi tanto!

Foi tão bom conhecer mais esses profetas, saber que mesmo sendo pecadores, impulsivos, chorões, fujões ainda sim Deus os usava para enviar mensagem para o povo. Foi tão bom saber que Deus se preocupa conosco a ponto de nos enviar mensagens de exortação e de revelações.

tumblr_lh1j8o7PnG1qcgiv4o1_500

Meu desejo que essa lição fique em nossa memória. Não apenas de uma lição que estudamos um dia, mas o que aprendemos nela vire princípios de vida. E que não nos esqueçamos jamais:

Que o amor de Deus nunca vacila!
Que precisamos nos submeter a vontade dEle.
Que Ele é justo!
Que Deus condena o orgulho e a injustiça.
Que sem fé é impossível agradar a Deus.
Que Ele esta sempre disposto a perdoar.
Que Ele é bom e misericordioso.
Que Ele é Dono de tudo!
Que quando o buscamos recebemos vida, vida em abundância, vida eterna!
Que Ele morreu por mim e por você.
Que em breve voltará!

Motive, incentive seus amigos e familiares a estudarem a lição. A lição da Escola Sabatina nada mais é que o estudo da Bíblia! Dediquem-se a conhecer mais ao Senhor. Busque ao Senhor e Viva!

Danielle Prado

Faça seu comentário
Article

Não só na Disney – Qui. 27/06

Você se lembra do dia em que conheceu a Jesus? Você se lembra das sensações, da temperatura da água do tanque batismal ou do quanto se emocionou com aquele apelo?

Batismo-por-imersão

A correria do dia a dia, nossas decisões e passos vacilantes, tudo isso e muito mais, contribuiu para nos fazer esquecer o nosso precioso “primeiro amor” por Cristo.

Desde que optamos pelo conhecimento do bem e do mal e descobrimos então o que era o pecado, carregamos o peso de conviver com o que tem fim, com o que se cansa e se esgota ou morre no final… E o amor, nada mais é do que parte de uma lista extensa de tudo o que foi diminuído com o pecado em nós. Somos levados a crer que todo final perfeito e feliz se resume aos contos da Disney. Por esse motivo, é comum pra nós classificarmos esse ou aquele como “o primeiro ou segundo amor”, “amei menos ou amei mais”…

dp1835164

Embora falhos, ainda assim Jesus deseja para Si o nosso mais puro e intenso sentimento de amor. Mesmo que tenhamos nos esquecido como foi sentir o nosso primeiro amor, Cristo deseja que entreguemos nosso coração exatamente como ele está. Não importa quantas vezes você recomeçou com Cristo, hoje você está sendo convidado a relembrar e reviver ao lado do único que sabe como verdadeiramente conjugar o amor, afinal Ele é o próprio verbo amar. Deus ainda sente por mim e por você o primeiro amor. E esse amor jamais diminuiu, se esqueceu, cansou ou esgotou… Nunca vai importar pra Deus quantas vezes você errou, quão longe você foi, o que você fez e como fez… Ele olha nos seus olhos, sorri e apenas diz que sentiu a sua falta. Que não via a hora de tê-lo em Seus braços de novo e que você está perdoado.

Recomeçar_Mão_Borboleta

Permita-se recomeçar do zero, peça perdão, ore, chegue mais perto, relacione-se. Quando buscamos a Deus, Ele se coloca de braços abertos a nos esperar. A nossa história não começou com um “era uma vez”, mas eu tenho certeza que muito em breve se dirá a nosso respeito: “e viveram felizes para sempre”! (Amém)

Carla Pereira

Faça seu comentário
Article

Sociedade desigualitária – Qua. 26/06

Socio

Todos nós como seres humanos temos medo de nos arriscar sozinhos em uma empreitada. Queremos apoio, alguém em quem nos apoiar, queremos ter alguém para nos levantar caso não pudermos ficar em pé. Nos negócios não somos diferentes! Quando temos uma ideia de um novo negócio saímos em buscas de sócios confiáveis para alavancar nosso novo empreendimento. Por isso, desejamos pessoas sérias, honestas e confiáveis aos nossos olhos. E aí, nos deparamos com uma grande missão,eu diria quase impossível: encontrar alguém confiável.

Como seres humanos, não somos confiáveis, nem nós mesmos conhecemos as nossas atitudes e reações quando estamos diante de uma situação nova. É difícil encontrar alguém que seja justo e honesto para dividir os nossos sonhos e também o nosso trabalho e dinheiro.

dizimoigreja

Mas existe alguém que anseia que nós compactuemos uma sociedade com Ele. E Ele pede 10%. Para um sócio Ele pede muito pouco, eu diria quase nada. O justo seria meio a meio para cada um. Mas o melhor de tudo, este sócio quer firmar uma sociedade com você em que a empresa é 100% dEle, em troca ele prometeu retornar muito mais que isso para você. Perai?! Eu entendi direito?! Ele tem uma empresa, você não precisa entrar com nada e em troca ele vai me dar 90% e Ele deseja só 10%? Além de tudo isso, Ele é confiável, justo, honesto, me ama e quer o melhor para mim?! Não é possível!

Sim, é possível, e é real. É essa proposta que Deus deseja oferecer a você. Você só precisa devolver a Ele o que Ele pede.

Tenho uma experiência pessoal muito gratificante em se tratando em dízimos e ofertas, já experimentei a verdadeira multiplicação dos pães quando desafiei a mim mesma de devolver não apenas o dízimo mas uma parte considerável de oferta. O resultado foi mais que satisfatório e esperado, foi abençoado!

Neste momento, estamos passando uma situação interessante, estamos montando nosso próprio negócio. Já sentei com Deus e o convidei para ser o meu sócio. Será sucesso na certa! Pode ser que nem dê certo, mas de uma coisa eu sei: Ele vai me manter e me dará o melhor sempre! Por isso, eu não tenho dúvidas se serei ou não fiel a Ele.

Aline Nascimento

Faça seu comentário
Article

Presente pela Metade – Ter. 25/06

ahhhh-scaled500

Imagine a seguinte cena: você está fazendo aniversário e sua (seu) namorada (o) chega a sua casa com uma linda caixa de presente. Você fica empolgado (a), pois a sacola em que ela (e) trouxe o presente é de uma loja de sapatos que você gosta muito. Você abre a embalagem e para sua surpresa só tem um pé de sapato dentro da caixa. Qual seria a sua reação? Sem sombra de dúvidas você, além de pasmo (a), ficaria muito bravo (a) ou até mesmo chateado (a).

É muito triste pensar em ganhar presentes pela metade. Ou até presentes velhos, estragados, sujos, de qualquer jeito ou de má vontade. Não gostamos disso. Ninguém gosta! Então, por que na hora de “presentear” a Deus temos agido igual ao namorado da ilustração? Por que pensamos “Deus entende”, “Ele sabe que eu tenho a vida corrida, que acordo muito cedo e vou dormir tarde”, “Deus sabe que fico muito cansado para chegar cedo à igreja, afinal já acordo cedo todo dia”, “Não tenho tempo de ajudar na igreja, tenho a vida muito atribulada e corrida, mas Deus me conhece”? Por que com Deus agimos com tanta má vontade, preguiça e desculpas? Por que insistimos em fazer as coisas de qualquer jeito?

civone-workaholic

Realmente Deus nos conhece, mais até do que nós mesmos nos conhecemos, por isso mesmo Ele sabe o nosso potencial e sabe o quanto poderíamos ter dado, ou devolvido, a Ele e não fizemos. É terrível pensar em receber bênçãos pela metade e sabemos que Ele jamais agiria assim, mas o que temos feito é dar, muitas vezes, bem menos que a nossa metade! Acabamos pensando só no “venha a mim o Teu reino”, mas na hora do “seja feita a Tua vontade”, pulamos fora.

O nosso Deus é um deus de ordem, um Deus perfeito, Ele quer de nós o que Paulo, em Romanos 12:1 (AM) nos recomenda “Portanto, com a ajuda de Deus, quero que vocês façam o seguinte: entreguem a vida cotidiana – dormir, comer, trabalhar, passear – a Deus como se fosse uma oferta…” Toda a nossa vida, todos os nossos atos devem ser entregues a Deus, tudo que temos e somos. E não temos que fazer por nós mesmos. Deus é tão misericordioso que Ele mesmo nos ajudará nessa entrega.

tumblr_lg429g0ypc1qebt6no1_500

O verso de Romanos 12:1 continua: “Receber o que Deus fez por vocês é o melhor que podem fazer por Ele.” Não perca tempo! Entregue-se a Ele por completo hoje!

Olívia David Begnália

Faça seu comentário