Archive | outubro, 2013
Article

Vida comprada, falta perdoada! – Sex. 01/11

Durante essa semana pudemos aprender um pouco sobre o poder que o sangue de Cristo tem na vida das pessoas e é maravilhoso saber que temos a oportunidade de a cada dia nos achegarmos a esse Deus de amor através de apenas uma oração, por mais simples que seja, se for sincera “…Ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” 1 João 1:9

CJ_Imagem01_Perdão

O perdão é algo que buscamos, o sangue do cordeiro colocado nas pontas do altar transferia o pecado do pecador para o santuário, o pecado havia sido transferido do pecador para o animal. Agora, do animal, para o santuário. O santuário ficava “contaminado”, mas o pecador voltava “purificado” para casa, então ocorria a expiação, através do sacerdote, algo que Deus faz por nós e independentemente de nós, que simboliza a obra de Cristo no Céu em nosso favor.

CJ_Imagem02_Cruz_Soldado_Perdão

Ele “É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” João 1:29. Se Ele tira o pecado do mundo , Ele coloca sobre Si todos os pecados e também remove o pecado. Jesus assumiu todos os nossos pecados, não é mais necessário o sacrifício do cordeiro, Ele pode remover todos os pecados da sua vida, com o sacrifício que ofereceu na cruz do calvário.

Que tenhamos a consciência do quão doloroso foi para Cristo sofrer morte de cruz, sem reclamar, sem hesitar, para morrer por mim e você, Ele só pede de nós verdadeira adoração, que possamos reconhecer o poder desse sangue, porque nossa vida foi comprada e nossa falta perdoada!

“Senhor não há nada em mim que eu possa oferecer, eu confio plenamente e descanso plenamente naquilo que Tu fez em meu favor…”

Jacqueline Ferreira

Faça seu comentário
Article

O preço do perdão – Qui. 31/10

CJ_001_Apontar_Erro_Culpa

Tudo bem, eu te desculpo, mas… deu errado por sua culpa… agora nunca mais será do mesmo jeito… espero que isso não se repita… não quero mais falar com você. Essas são palavras que dizemos sempre, mesmo que não seja verbalmente. É da nossa natureza não esquecer dos danos que outras pessoas nos causaram, e desta forma acabamos “desculpando-as”, mas impomos as nossas condições para cada situação.

Pensando a esse respeito sinto gratidão por ter um Deus tão diferente de nós! Ele não aponta os nossos pecados, mas simplesmente nos perdoa e os atira nas profundezas do mar (Miquéias 7:19). Imagine se Ele falasse: tudo bem, Eu te perdoo, mas a partir de hoje não vou mais manter o seu fôlego de vida, ou ainda, Eu te perdoo, mas até passar a minha mágoa, ficarei uns dias sem cuidar de você. Simplesmente ninguém mais existiria, porque conforme podemos ler na Bíblia, “não há nenhum justo, nem um sequer” (Romanos 3:10), e desta forma, consequentemente todos precisamos de perdão.

CJ_002_Sacrificio

No santuário, podemos ver de forma clara que diariamente as pessoas eram perdoadas por seus pecados, mas para que eles fossem totalmente removidos, era necessário haver o derramamento de sangue de um animal inocente, sem defeito. “E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão.” Hebreus 9:22 E esse ritual era religiosamente cumprido.

CJ_003_Jesus_Dor_Sacrificio

Hoje, não é mais preciso sacrificar um animal inocente todos os dias para termos os nossos pecados perdoados. Cristo, o Cordeiro de Deus, veio a esta terra e derramou o Seu precioso sangue para oferecer o perdão a todos nós. Ele sabia que caso o Seu sangue inocente não fosse derramado, eu e você não teríamos a oportunidade de sermos perdoados e assim todos morreríamos sem ter a esperança da vida eterna. Ele sabia que unicamente o Seu sangue poderia ser o verdadeiro símbolo do perdão, quando de uma vez por todas foi derramado por toda a raça humana.

Sabemos que esse sangue foi derramado por todos nós, e que a Sua vida foi o preço que pagou o nosso viver. Mas o que precisamos fazer para ter acesso a esse perdão? Simplesmente aceitar!

Que a minha e a sua vida possa ser transformada ao lembrarmos o preço pago por Cristo para sermos perdoados.

Karen Ferreira

Faça seu comentário
Article

O ritual ainda é preciso – Qua. 30/10

Na oferta pelo pecado ou oferta de expiação, o ritual dizia que um pouco do sangue do sacrifício era colocado nos chifres do altar de holocausto e derramava-se o resto na base do altar. E por fim, o sacerdote comia parte da carne. Esse sacrifício expiava qualquer pecado involuntário e inconsciente expresso na lei e observâncias. O pecado intencional não ficava fora da função expiatória desse sistema sacrifical, ou seja, este sacrifício realmente justificava o ofertante dos seus altos, fazendo com que o sacerdote levasse a culpa dos pecados. O ofertante saia purificado da presença de Deus.

splashing-water-hands

O fato de Jesus ser o nosso sacerdote, e ter levado a nossa culpa para que possamos sair purificados da presença de Deus, apenas aponta esse ritual como um ditado de Deus para nos ensinar uma grande lição sobre graça. No ritual existia inúmeros ritos, tipos de ofertas e muitos elementos para que tudo isso funcionasse. No verdadeiro sistema sacrificial, Jesus é o elemento principal que substitui todos os ritos, ofertas e elementos necessários para cumprir os desígnios de Deus. Jesus, além de ser nosso sacerdote também é o próprio sacrifício, o próprio altar e tabernáculo. Na pessoa de Jesus se fez todo o rito para que eu e você pudéssemos estar purificados na presença de Deus. Isto mostra somente graça, pois Cristo é o único elemento necessário para que tudo pudesse ser cumprido.

crossyay

Então, qual é a nossa parte? Sendo que o cordeiro já foi entregue, não por nós, mas pelo próprio Deus. Chegamos de mãos vazias perante o tabernáculo, e somente pela graça recebemos purificação de nossos pecados (involuntários e intencionais). Cristo apenas entrega Sua graça, no qual é suficientemente capaz de nos purificar e justificar para estarmos na presença do Deus santo.

chains

Agora, somos feitos sacerdotes de Cristo, administrando na Sua presença e recebendo diariamente o Seu sacrifício. Na sombra do sistema sacrificial do velho testamento, o sacerdote deveria comer uma parte da carne para que pudesse levar a iniquidade do ofertante e purificá-lo. No novo sistema sacrificial, nós, os sacerdotes, precisamos ainda comer diariamente do sacrifício. Só que agora, não para recebemos a iniquidade, mas sim o próprio perdão, liberdade e a graça de Cristo. O mesmo que se fez pecado, nos pede para que possamos comer da Sua carne e beber do Seu sangue (I Cor 11:24-26), pois esta é a nova aliança que se faz entre Deus e Seu povo. Como sacerdotes dessa nova aliança precisamos ainda receber o sacrifício de Cristo e ser participantes do ritual, se alimentando desse sacrifício diariamente, pois somente assim estaremos prontos e aguardando fielmente o Senhor até que Ele venha.

Robson Teles

Faça seu comentário
Article

Sacrifício Perfeito – Ter. 29/10

17jun2012---galinha-aquece-seus-pintinhos-em-dia-de-chuva-nos-arredores-de-bancoc-tailandia-1339952986919_956x500

Sou adventista desde a minha infância. Então você pode imaginar quantas histórias infantis já ouvi na igreja. E se eu somá-las as que ouço enquanto mãe e professora acho que nunca poderei contá-las. Bem, mas uma das minhas favoritas e que talvez você conheça também, é a de uma galinha mãe de muitos pintinhos que morava numa fazenda. E que um dia, nessa fazenda, o galinheiro pegou fogo, a galinha vendo que não poderia fugir do fogo e deixar seus filhotes para trás, cobre-os com o próprio corpo e morre no lugar deles.

jesus-nailed-death-once-and-for-all

Como muitas, essa história nos leva a pensar no sacrifício de Jesus por nós na cruz. Sei bem que não dá pra comparar a morte de uma galinha com a morte de Cristo como expiação pelos nossos pecados. Pois na verdade nada pode ser comparado a isso. Nossa mente é incapaz de compreender, de imaginar a dor que Ele sentiu, o fardo que Ele carregou. Nenhuma analogia será, jamais, capaz de, plenamente, ilustrar o que Ele fez.

Cada vez que penso nisso, penso o quão sou indigna e “imerecedora” desse presente, dessa graça. Entretanto graça é pra quem não merece mesmo, se eu merecesse não precisaria da graça. O que sei é que PRECISO da graça de Cristo, PRECISO aceitar Seu sacrifício. PRECISO dEle, pois sem Ele não sou nada. Seria apenas um filhote de galinha queimada no incêndio do pecado. Ainda bem que na cruz “encontraram-se a graça e a verdade, a justiça e a paz se beijaram.” (Sl 85:10) Por isso o sacrifício foi PERFEITO! Não faltou nada!

Hold_Me_by_Nurgleprobe

Hoje, posso ter a Salvação. Hoje posso aceitar a Oferta e retribuir oferecendo-me a Ele. Afinal, é só isso que Ele espera de mim. “Meu filho, dê-me o seu coração; mantenha os seus olhos em meus caminhos.” (Pv 23:26)

Olívia David Begnália

Faça seu comentário
Article

Em pedaços – Seg. 28/10

‘Deus ofereceu Cristo como sacrifício para que, pela sua morte na cruz, Cristo se tornasse o meio de as pessoas receberem o perdão dos seus pecados, pela fé nele. Deus quis mostrar com isso que ele é justo’ Romanos 3:25

01

Olhei no espelho e vi meus olhos inchados de tanto chorar! Respirei fundo, treinei um sorriso bonito, mas dessa vez não funcionou! Contei até dez, respirei fundo mais uma vez, mas não adiantou! As lágrimas insistem em cair! Sabe, me esforço para ser uma pessoa melhor, uma filha dedicada, uma amiga fiel, uma mulher exemplar. Cuido da minha saúde física, mental e espiritual, mas não é suficiente, não sou boa o bastante! Lamento, mas nada disso é suficiente!

02

Para onde foi a minha inocência? Para onde foi o meu respeito próprio? Não me conformo! Me sinto triste, vazia, oprimida, sufocada, cativa, envergonhada, perdida! Não sei de você, mas eu não gosto quando as pessoas veem meus erros, veem o quão fraca e incapaz eu sou, o quanto ainda preciso melhorar, mas não tem como esconder! ERREI. Cai na mesma armadilha! PEQUEI! Sim, sou pecadora, admito a minha culpa! Estou em pedaços. Fui travessa, desobediente, mereço ser punida.

03

Mesmo diante do abismo que o meu pecado abriu entre eu e Deus, Ele trouxe a saída perfeita! E mais, escolheu fazer isso de maneira pessoal. Se fez carne, sentiu sede, dor, tristeza, fraqueza, sofreu humilhação, para que hoje eu pudesse me relacionar novamente com Ele! OBRIGADA, querido Deus, ME PERDOE! Meu desejo é nunca mais errar, mas não tenho forças! Então junte os meus pedaços, me dê uma nova armadura e lute, POR FAVOR, mais uma vez por mim!

Tatty Barreto

Faça seu comentário