Article

Lei e graça: para quê? – Sáb. 24/05

Tive a oportunidade de passar um sábado inteiro com os jovens da igreja em um programa outdoor que realizamos na semana passada. Enquanto recapitulamos a lição, foi levantada uma questão que levou os grupos a pensarem e discutirem para encontrar um resposta: “Se não somos salvos pela lei, mas pela graça, por que precisamos da lei?”

Comentário Jovem 01

Chegamos à conclusão de que a lei e a graça não podem ser vistas separadamente. A lei serve como um espelho: mostra as nossas imperfeições, e porque conseguimos enxergá-las, tentamos “dar um jeito” passando maquiagem, colocando um gel no cabelo, usando uma roupa melhor, tudo para que a nossa aparência seja a melhor possível. Mas a verdade é que essas imperfeições não são removidas, mas cobertas, porque não temos capacidade para isso.

Comentário Jovem 02

“A lei requer justiça – vida justa, caráter perfeito; e isso não tem o homem para dar. Não pode satisfazer as reivindicações da santa lei divina. Mas Cristo, vindo à Terra como homem, viveu vida santa, e desenvolveu caráter perfeito. Estes oferece Ele como dom gratuito a todos quantos o queiram receber. Sua vida substitui a dos homens. Assim obtêm remissão de pecados passados, mediante a paciência de Deus.” (O Desejado de Todas as Nações, p. 762)

Comentário Jovem 03

E é exatamente nesse momento que entra a graça! A lei nos mostra o que é pecado, enquanto a graça nos cobre com uma justiça que não é nossa, mas de Cristo! “Por Sua humanidade, Cristo estava em contato com a humanidade; por Sua divindade, firma-Se no trono de Deus. Como Filho do homem, deu-nos um exemplo de obediência; como Filho de Deus, dá-nos poder para obedecer.” (Ibidem p. 24)

Só basta querer receber esse poder! Que diariamente possamos decidir ser cobertos com a graça de Cristo e obedecer a Sua lei, para que triunfemos sobre o pecado!

Karen Ferreira

Share

2 Comentários to “Lei e graça: para quê? – Sáb. 24/05”

  1. Susan
    27 de Maio de 2014 at 10:56 #

    Isso mesmo amiga, a lei nos leva à graça, pois, apesar de ser dada a todos, sem compreensão e prática da lei não entenderemos o “presente” de Cristo.

    Parabéns!
    Bjos

  2. Karen Ferreira
    27 de Maio de 2014 at 11:49 #

    É verdade, amiga!

    Muito obrigada por mais uma vez comentar!

    Bjs 🙂

Faça seu comentário