Archive | agosto, 2014
Article

O que Ele espera de mim? – Sex. 29/08

tumblr_mdjgkzgsXE1r0rkjro1_500

Ser enviado para cumprir uma tarefa muito difícil, chega a dar um frio na barriga. Causa temor, ansiedade. Nunca fui muito chegada a novidades. Não gosto muito de quebrar rotinas. Mas Deus é aquele que quando chega faz seu mundo tremer. Não dá para estar perto de Deus e tudo continuar igual. Tudo em que Deus toca muda, é transformado.

Quando Jesus chamou os discípulos, a vida daqueles homens mudou. Já não eram mais pescadores de peixes e sim pescadores de homens. Suas vidas foram totalmente reviradas. Jesus fez com que se tornassem novas pessoas. Isso também aconteceu com os profetas. Eles deixaram suas terras, suas profissões, suas vidas para dizer “eis-me aqui. Envia-me!” (Is 6:8) E foram enviados. Eles se tornaram a voz de Deus, Seus mensageiros para advertir um mundo duro e cruel. Muitas vezes não foram aceitos, pelo contrário, na maioria das vezes foram rejeitados, desprezados pela mensagem que levavam. Alguns chegaram a perder sua vida para cumprir sua missão.

x_0cc9735d

Paulo relata algumas das coisas difíceis pelas quais teve de passar para pregar o evangelho. (ver II Co 11:23 a 27) Talvez você pense que isso seja muito difícil. Que seja melhor continuar aqui, fazendo o que faço na minha igreja, postando alguns versos bíblicos nas redes sociais, entregando alguns livros nas campanhas anuais. Mas será que é só isso que Deus espera de você?

Deus quer chacoalhar sua vida, quebrar seus paradigmas, tirá-lo da zona de conforto. Não dá para estar perto de Deus e ter uma vida estagnada, uma vida sem transformação. Não dá para continuar da mesma forma. Cumprir a grande missão que Ele nos deixou, não é fácil. Ele não disse que seria, mas disse que estaria conosco. E certamente estará à frente daqueles que quiserem cumpri-la.

Qual-o-problema-da-zona-de-conforto-Dani-Assunção-1

Mais uma vez Jesus está chamando você para ser um instrumento dEle. Mais uma vez Ele deseja revolucionar sua vida. E se você está desanimado, achando que é impossível servi-lO, lembre-se que a recompensa está guardada para aqueles que cumprirem a sua parte na missão.

Olívia David Begnália

Faça seu comentário
Article

Nossas estrelas não são de cimento – Qui. 28/08

Em Salmos 42:7, o Criador nos alerta: Um abismo chama outro abismo, no ritmo das corredeiras. Abismo é significado como algo a promover separação profunda. Automaticamente somo direcionados ao conceito de pecado: tudo o que faz separação entre nós e Deus por ausência de confiança a conduzir-nos à rebelião por desacreditarmos Sua vontade ser boa, agradável e perfeita. Distanciados na prática da vontade/orientações do Criador caminhamos ao desconhecido, ignorando nossa identidade em Cristo, porque o pecado nos cega e faz com que acreditemos o abismo ser nossa habitação.

CJ01_01

Esse é o tempo de lançarmos fora o abismo que tem sido construído entre nós e a missão designada por Cristo de vivermos o reino. Tempo de sermos a reapresentação do Seu corpo tomando a Palavra como regra de fé (confiança em Deus) e conduta (transformação do caráter). Onde quer que a planta de nossos pés pisarem seremos reconhecidos em identidade como os discípulos no livro de atos: “Estes que têm alvoroçado o mundo, chegaram também aqui” (Atos 17: 6). Esse é o tempo de viver o reino de Deus. Isso significa graça superabundante.

CJ01_02

A impressão de nossa identidade não será deixada como a marca dos famosos holywoodianos com as palmas das suas mãos gravadas em cimento – algo sem vida e frio. Nossa distinção será carregada por toda a eternidade na vida de cada uma das pessoas para as quais contribuirmos no Caminho e crescemos juntos na graça de glória em glória, abundantes no conhecimento do Criador. Nossas estrelas são significadas como pessoas.

CJ01_03

Ninguém se olvida de ser amado, porque o amor constrange e descauteriza a mente. Essa é a nossa mais forte pegada. O Espírito Santo está ansioso para frutificar amor incondicional em nós e por nós de modo a termos prazer e ansiarmos em sermos trabalhadores em sua seara.

“[…] e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo” (Apocalipse 14:6).

Rebeca Makowski

Faça seu comentário
Article

O mestre mandou – Qua. 27/08

Imagem 01 (1)

Na minha infância uma das brincadeiras que reunia a criançada da rua era a chamada “O mestre mandou”, no qual uma criança era o “mestre”, aquela que ditava seus desejos e ordenava que algo fosse feito por aqueles que cumpririam de fato aquela ordem . Era engraçado, existia todo um ritual para a brincadeira, o mestre dizia: “O mestre mandou!” e a resposta: “Fazer o quê?” As ordens que não começassem dessa forma não poderiam ser obedecidas. Respondíamos prontamente ao chamado do mestre e em alto e bom som, ele ordenava e saíamos correndo para executar a tarefa designada a nós.

Imagem 02 (2)

Jesus, nos últimos dias antes de Sua morte, teve uma reunião especial com os discípulos e nesse encontro ele fez um pedido: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” [Mateus 28:19]. Temos um mestre que diferente desse da brincadeira, nos pede para que preguemos de seu amor e salvação e ainda nos envia uma ajudinha especial, o Espírito Santo, para que não falemos de acordo com nossas convicções, mas inspirados por Deus. Assim como no Éden Deus soprou o fôlego de vida em Adão, Jesus soprou sobre os discípulos o Espírito Santo, capacitando-os e transformando-os em poderosas testemunhas vivas para dar continuidade aquilo que Ele havia começado. Os discípulos estavam cheios do Espírito de Deus e por onde passavam faziam discípulos e os batizavam.

Imagem 03 (1)

Meu desejo hoje, para mim e para você, é que possamos atender ao pedido de Jesus. Ele não disse que seria fácil, não estamos imunes a uma perseguição como os primeiros discípulos enfrentaram, mas, podemos sim, entregar nossa vida por completo a Ele e nele encontraremos nossa vitória. Oremos para que Deus envie a nós o Espírito Santo para sairmos correndo e executar a tarefa designada a nós.

Jacqueline Ferreira

Faça seu comentário
Article

Luz contagiosa – Ter. 26/08

Sou do tipo de pessoa que não tem dificuldade alguma para dormir. Qualquer horário que eu deitar, 5 minutinhos bastam para que eu já esteja “no quinto sono”, como diz o ditado. Temos alguns vizinhos que quase todos os finais de semana ficam escutando músicas altíssimas a noite inteira. Minhas irmãs ficam surpresas quando depois de uma noite completamente mal dormida para elas, eu não ouvi exatamente nada, exceto os 5 minutos antes de pegar no sono. Nem essas batidas atrapalham o meu sono!

Comentário Jovem 01

Mas o cenário muda completamente se tiver alguma luz acessa. Podem ser inclusive as luzes do roteador. Me incomodam tanto que enquanto não colocar alguma coisa por cima não consigo dormir. Já até tentei me acostumar mas não deu certo. Não consigo dormir. Fico completamente inquieta, até que decido levantar da cama e dar um jeito na luz que atrapalha o meu sono. Ah! Finalmente consigo dormir no escuro! Aquela luz, que mesmo sendo tão pequena, contagia todo o quarto com a sua claridade, agora se torna escuridão, e me devolve o sossego!

Comentário Jovem 02

Em uma das partes do famoso sermão da montanha, Jesus disse aos discípulos: “Vocês são a luz do mundo” (Mateus 5:14). Imagino que quando usou essa metáfora, Jesus buscava em Sua mente a cena da criação. A terra era sem forma e vazia e as trevas cobriam a face do abismo. (Gênesis 1:2) E haja luz! Foi necessário criar primeiro a luz para que o cenário mudasse. Agora que a luz existia, seria possível criar todas as outras coisas. A luz era tão importante, que até para a noite Ele providenciou a lua e as estrelas para que não houvesse completa escuridão. E a luz contagiou toda a criação!

Comentário Jovem 03

Nós somos a luz do mundo! Fomos feitos para contagiar o mundo com o amor de Deus e com as boas novas da salvação! Existem muitas pessoas que estão na escuridão e que precisam urgentemente da luz para conseguirem enxergar. O que temos feito para alcançá-las? Deixamos realmente a nossa luz brilhar? O meu desejo hoje é que a nossa luz brilhe cada vez mais para que em breve possamos dizer: “E a luz contagiou o mundo inteiro!”

Karen Ferreira

Faça seu comentário
Article

#100happydays – Seg. 25/08

Quem confia em mim fará não apenas as coisas que faço, mas poderá até mesmo fazer coisas maiores, porque eu, em meu caminho para o Pai, dou a vocês o privilégio de fazer a mesma obra que tenho realizado. Podem contar com isso. Tudo o que pedirem, em conformidade com o que eu sou e faço, vou conceder a vocês. É desse modo que o Pai será visto: pelo que ele é no Filho. É isso que quero dizer. Seja o que for que pedirem, se for desse modo, vou fazer por vocês. João 14:12-14

01

Você já deve ter visto fotos com a hashtag #100happydays. É um desafio que está rolando pelo mundo inteiro, na qual as pessoas postam fotos em suas redes sociais sobre coisas e momentos que as deixam felizes. Imaginei que seria difícil para mim, mas entrei no site, me cadastrei, escolhi a rede que tinha mais amigos e postei, durante 100 dias, fotos dos meus momentos. Desejava me ajudar e de alguma maneira, influenciar alguém. Ao acordar orava a Deus para que Ele me fizesse perceber e desfrutar de algum momento bom para que no final do dia pudesse compartilhar com os amigos. Fiquei muito feliz ao completar o desafio com sucesso e perceber, de forma intensa, a beleza da vida.

03

Em meu depoimento de conclusão do desafio dos #100happydays, além de destacar o que aprendi, compartilhei que sou determinada, que gosto de desafios difíceis e sou motivada por eles. Mas sou determinada, comprometida, corajosa por um único motivo: tenho um Deus que se preocupa comigo e que prometeu que o que eu pedir, se for em conformidade com o que Ele faz, Ele iria me conceder. Não me sinto merecedora, confesso. Muitas vezes olho para a minha vida e não compreendo como Ele pode usar uma pessoa como eu, mas ao me colocar a Sua disposição, Ele me resgata, me transforma, me completa e me dá o privilégio de testemunhar aos outros o que Ele fez e faz por mim.

02

Creio que o meu papel é fazer desse mundo um lugar melhor. Devo parar de viver de meros discursos e viver efetivamente o evangelho. Devo fazer com que a minha passagem na terra seja notória, não pela quantidade de dinheiro, não pelo alto escalão que posso alcançar na sociedade, não pela grande empresa que posso construir, e sim agir corretamente e não me omitir diante da minha responsabilidade como cristã. A vida que levo muitas vezes me distancia da missão, mas desejo que apesar dos meus erros e fraquezas, Deus continue me usando para testemunhar aos outros, em primeira mão, sobre o que Ele tem feito em minha vida. Não apenas por 100 dias, mas até que Ele volte.

Tatty Barreto

Faça seu comentário