Archive | setembro, 2014
Article

De Tempestades e Arco-Íris – Dom. 21/09

35_jesus-cleanses-the-temple_900x600_72dpi_1

Leia João 2:13-22. Essa passagem sobre a purificação do templo, sempre foi para mim uma cena que me deixou sem chão. Fui acostumado com a imagem de Jesus, como o Bom Pastor, e como um cordeiro submisso. Mas de repente dou de cara com um Salvador cheio de fúria gritando: “Saiam daqui! Onde vcs pensam que estão? Isso não é um shopping center. Essa é a casa de Meu Pai! Onde foi que vocês deixaram a reverência de vocês? Sumam daqui!!!”

A grande verdade é que temos nos tornado em grandes mentirosos. E que temos mentido a nós mesmos! E temos feito isso por tanto tempo, que transformamos em verdades absolutas nossas aconchegantes ilusões e explicações! Elas se tornaram em nosso lindo e fofinho coelhinho de pelúcia! E nos enchemos de orgulho e de soberba ao apontarmos para os ateus e agnósticos, dizendo o quanto se apegam as suas mentiras e afrontas a Deus e as transformam em verdades! Mas corremos o sério risco de nos tornarmos numa classe nociva e nefasta que pretensamente está aberta ao Espírito de Jesus, mas que não cria raiz alguma. Defendemos as mudanças na igreja, pela simples mudança. Corremos em busca do cisco do olho dos nossos líderes, mas não enxergamos a viga em nossos próprios olhos. Fazemos manifestações contra o aborto, mas não lutamos pela vida do muçulmano, da prostituta, do mendigo, do homossexual, do ateu e do bandido. Como é fácil nadar a favor da correnteza!!!

brasil-sul-nenens-a-bordo1

Jesus certa vez disse, que deveríamos nos tornar como crianças. Tenho observado minha filha prestes a completar 5 anos. Seu sentimento de assombro, de surpresa, de puro deleite com a vida e com a realidade a sua volta. Olhe para o rosto de minha filha quando ela enxerga sua coelhinha de pelúcia, ou quando ganha chocolate, ou quando assiste seu DVD favorito. Era a esse tipo de sentimento que Jesus se referia. Nós já fomos assim. Mas não prendemos mais a respiração ao vermos um arco-íris ou uma rosa, ou um gato miando em cima do muro.

Perdemos o assombro!!!

Um velho pensador disse certa vez, que quanto mais o homem sabe sobre meteorologia, menos inclinado fica a orar num temporal. Hoje as tormentas são fotografadas pelos satélites. A teofania se tornou um incômodo! Não somos mais capazes de nos maravilhar e sentir medo. Hoje, alguém que vive no Peru, é capaz de dar risadas em meio a um tremor de terra, tão acostumado que está com eles. Perdemos nosso assombro perante Deus! Algumas pessoas encaram isso como maturidade, progresso pessoal. Mas eu encaro, essa falta de assombro que há em mim mesmo, como perda de equilíbrio.

c5f04690

Deveríamos nos sentir envergonhados pela Palavra de Deus, por que ela nos diz tanto daquilo que não fazemos questão de ouvir. Mas por que não ficamos? Por que a Palavra de Deus, não nos aflige, amedronta e choca?

Louvo a Deus pela primeira bem-aventurança: “Bem aventurados os pobres de espírito, pois deles é o Reino dos Céus!” Eu, um pobre de espírito! Eu, que dependo de Deus para tudo! Eu, repleto de deméritos! Eu, o pouco apreciado! Eu, o sem importância! Eu, o desprezado!

1300996293_47317340

Mas Deus prefere os desfavorecidos! Deus se agrada dos mais desgraçados! É na miséria do pecador que Jesus vê a possibilidade de salvação! Abençoados são vocês, conscientes de sua falta de mérito e prontamente abertos a misericórdia divina. O cristão mais jubiloso é aquele mantém em seu íntimo um sentimento de assombro, temor e deslumbramento diante de Deus! Vive na total dependência de que tudo o que tem vem de Deus! De que é completamente dependente de Cristo!

De que Jesus salva!

Davison Silveira

Share
Faça seu comentário
Article

Walking Dead? – Sex. 19/09

ZombieWallpaper5YoungZombies

Uma das novas febres dos últimos tempos são os zumbis. São seriados repletos deles, filmes e até um dia dedicado a eles (por incrível que pareça!). Conheço pessoas que amam fatos relacionados a isso e outras que acham tenebroso pensar numa coisa dessas. Porém parece que hoje em dia o que mais encontramos por aí é exatamente esse tipo de pessoa, mortos-vivos.

ser perto-do-reino-de-deus

Jesus ao ouvir uma desculpa de alguém que não quis segui-lO, respondeu: “… deixe que os mortos sepultem os seus próprios mortos.” (Mt 8:22) Então você pode pensar, “morto enterrando morto? Como assim?” É bem isso mesmo. Quando nos afastamos de Deus nos tornamos mortos espiritualmente. Afinal, quem é a vida? Jesus responde: “Eu sou a ressurreição e a vida…” (Jo 25:11) Longe dEle, estamos longe da vida. Distantes de Cristo não passamos de mortos-vivos perambulando pelas ruas.

Baptism1-600x340

Em muitos momentos, sonhamos com a manhã gloriosa da ressurreição e nos esquecemos de que devemos “ressuscitar” aqui primeiro. Abandonar tudo o que nos impede de viver a vida plena em Cristo, todas as coisas que nos atrapalham de sermos vivos espiritualmente. Precisamos nos aproximar da fonte da vida, pois Ele nos prometeu “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” (Jo 10:10) Ele não nos oferece uma simples sobrevivência, mas uma vida completa, cheia do Espírito Santo.

marcas_redessociais

Já, o mundo em que vivemos nos promete muita coisa, seus brilhos nos entorpecem e às vezes, achamos muito bom e divertido aproveitar tudo o que ele oferece, mas não podemos nos esquecer “Há um estilo de vida que parece inofensivo; preste atenção: pois conduz à morte.” (Pv 14:12 AM) Nossas escolhas refletirão o que queremos: viver plenamente aqui e pela eternidade ou ser um zumbi aqui e morto para sempre!

Olívia David Begnália

Share
Faça seu comentário
Article

Sentinelas de Deus – Qui. 18/08

“Você, filho do homem, é a sentinela. Fiz de você a sentinela de Israel. No momento em que você receber uma mensagem minha, avise o povo.” (Ezequiel 33:7)

Quem nunca passou alguns momentos meditando no céu? Eu adoro perguntar para as pessoas como imaginam o céu e a maioria vem com um combo de pedidos: desejam ter animais para si (falcões, ursos, leões…), mansões, viajar outros mundos, comer figos para sempre… Eu considero isso fantástico! Mas nunca consegui me imaginar dessa forma… Quando penso no céu logo me vem à mente eu e Jesus passeando de mãos dadas num gramado verde imenso, com uma cachoeira de águas cristalinas e muitas árvores ao nosso entorno. Algo engraçado é estarmos em silêncio e comunicarmo-nos por olhar e pelo desfrutar de todo o universo de sensitividades existentes. Ele ensina-me sobre sua paz e seu amor de modo que não consigo contê-los em mim, jorram como água… Então deitamos na grama e permanecemos a desfrutar do Amor e mais e mais pessoas aproximam-se; tornamo-nos um só corpo.

garoto_luz_descanso

Ao permanecer em meditação algumas perguntas surgem… Como é possível almejar o céu, crer na ressurreição e permanecer vivendo temerosos com o amanhã, com os problemas pelos quais somos diariamente acometidos e surpreendidos como se as coisas desse nosso mundo fossem eternas? Como é possível crer na ressurreição somente por palavras com aparência de piedade, mas rechaçando sistematicamente o reino de Deus ter chegado? Como é possível ter chegado o reino de Deus em nossas vidas se permanecemos jactanciosos, anestesiados e ignoramos o chamado de Deus para sermos sentinelas, despenseiros do seu amor? A resposta mais triste é possivelmente encontrarmo-nos numa espécie de esquizofrenia espiritual em massa, cujo primeiro sintoma também manifesta-se pela diminuição da afetividade ou sua total supressão.

amor_love

Essa semana tive um encontro com um mensageiro de Deus. Dentre diversos assuntos ele recordou-me da minha identidade como sentinela: mulher respeitada, criança ensinada, nu vestido, faminto alimentado – ou seja, amor incondicional uns pelos outros. Se insistirmos em ignorar essa missão perderemos para sempre nossa identidade e com isso para sempre nosso vinculo com o Mestre será rompido.

muro_amor_proximo

Enquanto Jesus esteve entre nós, alguns creram e tornaram-se confiantes no poder do amor e cuidado divino e anunciaram como sentinelas de Deus a mensagem recebida, outros tão somente impressionaram-se e logo esmoreceram, parte continuou a viver com aparência de piedade, mas ignorando o poder do Deus vivo. Quais dessas pessoas você é? Eu desejo ser quem vive o reino seguindo confiante a Cristo com todo o poder que Ele tem me concedido na pessoa do Espirito Santo a habitar em mim, de modo que seguindo-o de todo meu coração e toda minha alma nunca morrerei por permanecer em Cristo. Essa é minha oração para mim e para você. A todo o que confia em Deus e segue seus passos reconhecendo Sua soberania radical expressa na graça do nosso Criador e Redentor concedeu ver a Sua glória: para mim, significa olhar nos olhos de Cristo e dizer o quanto o amo com tudo o que há em mim.

Rebeca Makowski

Share
Faça seu comentário
Article

O que vem após a morte? – Qua. 17/09

Imagem 01 (1)

Me lembro que na minha infância presenciei alguns velórios e quando via o defunto dentro do caixão me perguntava em como conseguia dormir em meio a tantas flores e ainda com um véu que cobria todo seu corpo. Quando crianças temos uma visão engraçada, diferente e pura de diversas situações. Na bíblia temos relatos de alguns personagens que venceram a morte como o filho da viúva de Naim, a filha de Jairo e Lázaro que era amigo de Jesus, todos esses foram ressuscitados pelo próprio Cristo. E o milagre mais conhecido, a vitória de Cristo sobre a morte, sua ressurreição.

Imagem 02 (1)

Jesus ao falar da morte queria que as pessoas refletissem em como deve ser a vida antes da morte, porque Ele via a morte como um estado de inconsciência, a qual comparou a um sono. Na ocasião em que ressuscitou a Lázaro ele já estava morto há quatro dias, quando a notícia chegou aos ouvidos de Jesus Ele disse: “Nosso amigo Lázaro adormeceu, mas vou até lá para acordá-lo”. [João 11:11]

A lição que Cristo queria nos ensinar é que nosso destino futuro é determinado pelas decisões que tomamos diariamente nesta vida. Se rejeitarmos a luz que Deus nos concede hoje, não haverá oportunidade depois da morte. (LES)

Imagem 03 (1)

A oportunidade que temos agora é ter completa comunhão com Cristo, o que o mundo tem a nos oferecer não se compara ao que Deus tem preparado para cada um de nós. E quanto o que vem depois da morte, cabe a você decidir, escolha os braços de quem passou por ela vitorioso!

Jacqueline Ferreira

Share
Faça seu comentário
Article

Criado para ser eterno – Ter. 16/09

Eis que o mundo está sendo criado. A luz toma o seu lugar em meio às trevas, as águas são divididas, a terra aparece no meio delas e é coberta com uma vasta vegetação. O sol, a lua e as estrelas coroam a criação, iluminando-a dia e noite! Para que as águas e o céu não fiquem vazios, eis que surgem as aves e os animais aquáticos! Tudo está ficando em perfeita ordem! Mas ainda faltam animais para povoar a terra! Está tudo pronto… ou quase pronto!

Comentário Jovem 01

O grande Artista enche-se de expectativas porque mal pode esperar para deixar pronto o melhor de toda a criação! Ele já está feliz com o resultado, tudo está bom, mas Ele pensa em fazer alguém à Sua imagem, para que possa desfrutar de tudo o que até então foi criado! Então Ele se reúne com a sua equipe (Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo) e diz: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança.” (Gênesis 1:26) Agora sim! Está tudo muito bom!

Comentário Jovem 02

Como um ser onisciente, Ele para por um minuto, contempla tudo o que fez e de repente sente um vazio muito grande. Ele consegue enxergar que não vai demorar muito tempo até que Eva coma do fruto da árvore do meio do jardim e o dê para Adão, que fará o mesmo… Ele consegue visualizar as tristes conseqüências que virão seguidas da própria escolha deles… Por um momento sente vontade de ficar perto deles o tempo todo para que eles não sofram mais tarde, mas mesmo com o coração partido, deixa o casal decidir o que fazer. Ah! Eles são a menina dos Meus olhos! Como gostaria que eles entendessem que não conhecer o mal os faria mais felizes… Mas não posso decidir por eles… Eles são livres e… Adão, onde você está? Conhecemos o restante da história.

Comentário Jovem 03

Todos fomos criados para ser eternos, mas a sujeira do pecado nos trouxe uma conseqüência terrível e dolorosa: a morte. Nunca nos acostumaremos com ela, porque esse não era o plano original de Deus. Mas podemos aceitar a morte de Seu único Filho em nosso lugar, para que quando ressoar a última trombeta todos sejamos revestidos de imortalidade.Então, finalmente poderemos exclamar: “Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu aguilhão?” (1 Coríntios 15:55)

Karen Ferreira

Share
Faça seu comentário