Article

Humildade – a beleza da santidade – Dom. 15/03

11072059_1039451246069488_1963111582_n

É interessante notar que todas as pessoas, em maior ou menor grau, têm certa necessidade de serem vistas, apreciadas, notadas e admiradas. Na era virtual em que vivemos, onde cada acontecimento rapidamente transforma-se em um “post”, ainda que não pecebamos, clamamos por likes e comentários. Não, não há nada de errado em compartilhar aquilo que nos faz felizes, porém, é necessário ter cautela para não cair na armadilha da exaltação própria.

Homem+Joelhos+Cruz+Cross+Knees

Neste contexo, vale a pena refletirmos na mensagem de Provérbios 30:32, que diz que exaltação própria é insensatez pois pode levar ao orgulho, que leva o indivíduo a humilhar seu próximo e, por fim, gera intrigas e brigas. Parece forte mas analise atentamente por alguns minutos e verá que é a mais pura verdade. A exaltação própria é uma armadilha e, geralmente, quem cai nela é a própria pessoa que se exaltou e ainda pode deixar marcas nas pessoas próximas, vítimas da humilhação.

O Único que é Digno de toda honra, glória e louvor é o nosso Deus. Diante dEle, devemos nos humilhar e reconhecer nossa natureza pecaminosa e fraca e buscar dEle o perdão e a vitória sobre qualquer orgulho que possa estar dominando nosso coração. Quando decidirmos olhar para Ele e viver como Ele viveu, poderemos nos orgulhar da Cruz, como disse o apóstolo Paulo.

Jesus+humildade+Lava+pés

A humildade é um assunto que sempre aparece ao longo de toda a Bíblia e não é de se admirar que também esteja relacionada aos ensinamentos sobre sabedoria. Deus usou pessoas humildes para serem profetas, Jesus buscou humildes para O seguirem e Ele mesmo deu o maior exemplo de humildade. Sendo assim, te desafio a, durante esta semana, humilhar-se perante Deus, abrir seu coração a Ele e reconhecer suas falhas, defeitos e pontos a serem melhorados. Reconhecer nossos pontos fortes e qualidades é ótimo para a autoestima mas reconhecer nossas fraquezas e buscar ajuda é uma atitude de nobreza e, isso sim, motivo de “orgulho santo” e é aí que encontramos a beleza da santidade.

Aline Alcântara

Nenhum comentário ainda.

Faça seu comentário