Archive by Author
Article

Você está confortável? – Sex. 25/05

“As boas obras do povo de Deus têm influência mais poderosa que palavras. Por sua vida virtuosa e atos de altruísmo, aqueles que isto vêem serão levados a desejar a mesma justiça que produz tão bons frutos.” Review and Herald, 5 de maio de 1885.

Toda preparação demanda um determinado esforço!

Um atleta se prepara anos e anos para uma olímpiada, um jovem sacrifica suas horas de diversão por horas de estudo diário para passar em uma faculdade pública, uma noiva reserva meses de preparação para o casamento… todas as tarefas citadas são bem diferentes entre si, mas todas demandaram esforço, tempo e dedicação.

Ir para o ‘campo’ é a mesma coisa! Planejamento, desenvolvimento, dedicação e disposição; acredito que sejam as palavras mágicas para o trabalho! Cristo precisa de sua igreja! Cristo precisa de você e de mim para este trabalho! Trabalho que muitas vezes é cansativo, sem reconhecimento terrestres mas que irá compensar muito no futuro…

Ele precisa que você influencie outros a fazer o mesmo, Ele precisa que você eu estejamos dispostos a sermos usados. Vamos nos levantar saia de nossa zona de conforto e dizer: “eis me aqui e envia me a mim” ISAIAS 6:8

Cíntia Valadares

Faça seu comentário
Article

Rocha ou areia? – Sex. 11/05

Vocês lembram a parábola que Jesus contou sobre o homem que edificou sua casa na areia? (Lucas 6:46-49)

O homem escolheu a areia para fazer sua casa, fez uma grande casa sem fundamento algum, foi negligente no preparo para uma moradia durável e segura. Por outro lado, o homem que fez sua casa na rocha já agiu de maneira diferente, produziu profundos alicerces para que sua casa ficasse firme e segura.

Esta parábola mostra exatamente como temos cuidado do nosso alicerce espiritual e como ele reflete em nosso testemunho.
Eu me pergunto todos os dias: como eu estou construindo minha casa? Como eu estou construindo meu alicerce para o testemunho? Confesso que muitas vezes me angustio pois deixo escapar oportunidades únicas de testemunhar do amor de Cristo, e isto me preocupa muito e tenho certeza que a você também.

Olha o que Tiago diz: “tornai-vos praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando a vós mesmos.” (Tiago 1:22) Será que estamos nos enganando a respeito do que acreditamos e do que refletimos? Será que em nossas mentes o simples fato de pertencermos a uma ‘religião’ já nos assegura que estamos fixados firmemente na ‘Rocha’’? “tornais vos pratica’ntes da palavra” quer dizer: Filho você precisa conhecer e praticar o que Eu te ensino, amai-vos uns aos outros e leve estas pessoas a conhecer o verdadeiro caminho.

Queridos eu acredito que no momento que eu olhar o ser humano de forma amável, a ponto de pensar: ele não pode deixar de conhecer o meu Deus, o meu testemunho terá efeito! Digo isto pq as pessoas se sentirão seguras e amadas, é isto que o povo precisa… de amor, carinho e atenção.

Quando acreditarmos que O PODER DE DEUS é capaz de operar milagres transformadores em nós mesmos, as pessoas verão e aceitarão este poder, ou seja ter convicção que acreditamos em ALGO que traz mudanças profundas em nossa vida fará com que outros sintam o desejo de conhecer.

Devemos orar a Deus, eu preciso orar a Deus pedindo: Senhor, ajude-me a me alicerçar em sua palavra, que ela inunde minha mente e meu ser, que eu possa confiar no seu poder transformador e que o Senhor me leve à aqueles que precisam ouvir de ti.

Cíntia Valadares

Faça seu comentário
Article

Vamos ao encontro do Povo – Sex. 04/05

Estudando a lição desta semana eu cheguei a uma conclusão: está faltando Ação! Falamos muito, ‘organizamos’ muito, nos reunimos muito e nada!

Digo isto porque já presenciei em muitas situações a igreja se transformar diante de um projeto evangelístico como uma conferência ou algo do gênero. Todos são envolvidos no projeto, visitas são feitas, reuniões são realizadas, pessoas são batizadas, mas, e depois? Acredito que você já viveu este momento onde a igreja passou por este momento de ‘reavivamento’ evangelístico, mas ai que torno a repetir: e depois?

Depois, em muitos dos casos vemos o êxodo espiritual! ‘Vendemos’ uma igreja que muitas vezes não existe, com pessoas na porta sorrindo a todo instante, com um pregador animado e cativante que motiva as pessoas que estão assistindo. E quando esta pessoa vai, o que fica? Nós! Você e eu!

E o que temos feito? Sinceramente e particularmente, muito pouco! Devemos nos tornar e fazer discípulos, devemos segurar na mão destas pessoas e envolve-las no nosso mundo; no nosso estilo de vida. Quanto mais envolvida as pessoas estiverem nas ações e projetos da igreja, com certeza, a cada passo ela se firmará.

E eu vivi isto pessoalmente, tive colegas que assumiram publicamente que Jesus era seu Salvador pessoal, mas não tiveram o apoio dos “irmãos mais velhos” e acabaram saindo; em contra partida vejo outros permanecerem, porque houve uma mudança dos meus amigos e minha também; envolvemos estas pessoas ao máximo nas atividades e projetos da igreja. Tenho certeza que em sua comunidade você conhece exemplos como estes que acabei de mencionar.

E o que devemos fazer?

Veja esta frase: “A bíblia não ordena que os pecadores procurem a igreja, mas ordena que a igreja saia em busca dos pecadores” . Billy Graham

Vamos trabalhar galera, mas vamos envolver nossos irmãos mais novos. Vamos mostrar o prazer que é levar a mensagem do advento a todos. Como? Um culto familiar, um pôr do Sol na casa de algum amigo interessado, visitas missionárias, enfim pequenas atividades que possuem um grande valor.

“…muitos não compreendem a necessidade de se adaptarem às circunstâncias, e ir ao encontro do povo. Não se identificam com aqueles a quem desejam auxiliar em atingir a norma bíblica do cristianismo. Alguns deixam de ter êxito, porque confiam unicamente no poder do argumento, e não clamam sinceramente a Deus em busca de Sua sabedoria para dirigi-los, e de Sua graça para lhes santificar os esforços” (Obreiros Evangélicos, p. 381).

O convite está feito: VAMOS AO ENCONTRO DO POVO!

Cíntia Valadares

Faça seu comentário
Article

Ele precisa de nós – Sex. 20/04

“Deus tem posto na igreja vários dons. Estes são preciosos, em seu devido lugar, e a todos é dado ter uma parte na obra de preparar um povo para a próxima vinda de Cristo” (Ellen G. White, Obreiros Evangélicos, p. 481).

Que valor teria um dom se não houvesse um ser humano disposto a utilizá-lo?

Você já parou pra pensar sobre isto? Não existiria razão de haverem tantos dons se você e eu não estivéssemos dispostos a desenvolver um relacionamento próximo a Deus para assim expandir cada vez mais o nosso dom.

Pra mim isto é fantástico, pois mostra o quanto Deus é maravilhoso pois nos criou a sua semelhança e deseja que sejamos parte integrante deste trabalho aqui na terra. Ele não criou robôs. Ele criou pessoas com sonhos, desejos e dons!

E qual é o seu dom? Se já descobriu, fabuloso! Se ainda não sabe, veja este vídeo:

A igreja não é um algo, a igreja é alguém: É VOCÊ! E os dons só terão valor se você permitir que Cristo te abençoe e te use para a glória d’Ele.

Parece engraçado o que vou dizer mas, Deus precisa de você e de mim, precisa de jovens dispostos, corajosos e que tenham o coração e a mente abertos para o Espirito Santo realizar uma revolução. Deus quer mostrar os nossos dons, Deus quer usar nossos dons.

“Coisa triste é, também, embrulhar num lenço o talento que nos é confiado e escondê-lo no mundo; pois isso é lançar fora a coroa da vida. Deus requer nosso serviço. Há responsabilidades para cada pessoa; e só podemos cumprir a grande missão da vida quando essas responsabilidades forem amplamente aceitas, e fiel e conscienciosamente desempenhadas” (Fundamentos da Educação Cristã, p. 83).

#Pensenisto!

Até a próxima sexta.

Cíntia Valadares

Faça seu comentário
Article

Seja um missionário – Sex. 13/04

A lição desta semana nos mostra como é importante nossa participação na divulgação do Evangelho de Cristo, afinal não há como ficar quieto diante desta mensagem, não existe como não divulgar tamanha esperança para nossos amigos e colegas.

No último domingo, recebi a visita do meu Pastor Distrital e em meio ao nosso bate papo, falando sobre a vida e os planos para mesma, acabamos concordando que aos poucos estamos deixando de fazer a nossa verdadeira missão aqui na terra: que é amar as pessoas a ponto de levar a elas a luz que recebemos, e ele falou: ‘eu não aguento mais viver aqui, eu quero ir pra casa’.

Esta frase tem martelado em minha cabeça: ‘quero ir pra casa’, mas imagina como deve ser ir pra casa e não encontrar sua família, ou seus amigos? Precisamos levá-los para a ‘nossa casa’, mas como iremos fazer isto?

O desafio foi lançado!

Você e eu fomos desafiados a nos engajar em um projeto ou atividade evangelística, você já esteve envolvido em alguma atividade evangelística alguma vez? NÃO?! Então não se preocupe, existe sempre uma ESPERANÇA.

O Livro ‘A Grande Esperança’ está convidado você a participar deste projeto! Distribua-o! Não deixe que este projeto tenha um fim no dia 24.03; continue a espalhar a esperança, precisamos espalha-la como ‘folhas de outono’.

Deus nos deu a oportunidade de participar deste movimento, e você não sabe como? Use sua imaginação, veja alguns exemplos:

– Pegue alguns livros e deixe o endereço da igreja ou quem sabe algum número de contato.

– Leia-o em algum lugar (metrô, trem, ônibus, parques, praças de alimentação) e quando você sair do ambiente, entregue-o à pessoa do seu lado e diga que é um presente.

– Quando for presentear algum amigo, dê o livro junto com um outro presente!

– Veja em seu bairro quais as casas que possuem SKY e vá até elas entregando o livro e divulgando o Canal 14 – NOVO TEMPO.

– Ore pelas pessoas, e busque a Deus, pois quanto mais cheios de Deus, mais desejo iremos ter de ser missionários!

Na infância eu escutava uma música que dizia assim: “um dia Cristo me falou, não é preciso transpor o mar para ser um missionário”. Ore a Deus em busca de poder e orientação e Deus colocará estas pessoas em seu caminho.

Eu quero ‘voltar pra casa’, mas não quero voltar sozinha. Você com certeza também não!

O trabalho pode ser duro agora, mas muito em breve estaremos descansando de verdade em nosso lar!

Até a próxima sexta-feira!

Cíntia Valadares

Faça seu comentário