Archive by Author
Article

Fé madura – Seg. 06/10

Existe “estágios” de fé? O que é maturidade de fé? Como aperfeiçoar a fé? Falando de fé e não de caráter, o que é perfeição?

Lendo Tiago 1:2-4, percebemos que a fé pode e deve ser amadurecida, alcançar “estágios” mais elevados. Nossa fé é aperfeiçoada em meio as dificuldades.

primeiro passo

Você já passou por uma crise de fé? Quando você se dá conta de que suas expectativas sobre DEUS lhe frustram. Quando as repostas que você costumava dar para as pessoas que passam por dificuldades não fazem sentido quando você é quem está passando por problemas. Quando as respostas de fé não explicam o que está acontecendo com você. Quando você perde a sensibilidade para com DEUS.

Pois é, todos nós passamos ou vamos passar por isso algum dia. As coisas não fazem sentido. As respostas prontas não passam de clichês de uma religião superficial. “DEUS sabe o que é melhor”, “foi a vontade de DEUS”, “DEUS vai abrir uma janela”. É tudo tão simples e fácil quando os problemas são com os outros. E quando a doença, o desemprego, a crise familiar, os sonhos frustrados, parece que toda provação bate sua porta?

2969143_640px

Tiago 1:2-4 nos diz que passar por dificuldades aperfeiçoam a fé. A perfeição aqui é a perfeição da fé. Foi provada, passou pelo fogo, mas foi confirmada. Isso produz perseverança e maturidade espiritual. Quando compreendo que o DEUS verdadeiro não é descrito pelos clichês e chavões, ou então quando Ele deixa de ser uma informação ou conteúdo teórico e passa a ser íntimo, interno e não externo, então passa a fazer sentido a vida. Não importam as provações, as dificuldades, DEUS está comigo, não preciso me desesperar. A fé se confirma, a vida espiritual ganha maturidade.

fé

“Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o SENHOR prometeu aos que o amam” Tg 1:12.

“Sem fé é impossível agradar a DEUS” Hb 11:6.

Precisa de fé? Peça a DEUS. Precisa amadurecer sua fé? Agradeça as provações.

Davi Antunes

Faça seu comentário