Archive by Author
Article

Dois é melhor que um – Dom 18/11

Thiago Sieiro

Faça seu comentário
Article

Vitória sobre as forças do mal – Dom 04/11

Quais são os seus medos? O que te assusta? Ou atrapalha?

Quando era pequena, tinha medo de dormir. Na verdade, eu tinha medo de NÃO dormir. O escuro da noite, das luzes apagadas, e o silêncio da casa me assustavam. O que sairia dali me causava pânico.

A Bíblia conta, em Mateus 17, a partir do verso 14, a história de um homem que tinha problemas com o seu filho. “Ele tem acessos de loucura, e sofre de convulsões. Às vezes cai no fogo, outras vezes no rio.”, contou em desespero à Jesus.

Aquele pai temia pela vida do seu filho. Mais do que isso, o fato de não poder fazer nada o assustava. “Tem misericórdia do meu filho! Eu o trouxe aos teus discípulos mas eles não puderam fazer nada.”

Ali mesmo Jesus o ajudou, e expulsou os demônios do menino. Mas em Mateus 17, no verso 19, vemos um fato curioso: “Quando os discípulos ficaram a sós com Jesus, eles lhe perguntaram: Por que não pudemos expulsá-lo?”. Por que não puderam?

A resposta de Jesus foi clara: “Porque vocês AINDA não levam Deus a sério. A verdade simples é que, se vocês tivessem fé, pequena como uma semente de mostarda, poderiam dizer a esta montanha: ‘Saia daqui’, e ela sairia. Não haveria nada que vocês não pudessem enfrentar”.

Não haveria nada em que vocês não pudessem enfrentar!!

Depois de noite após noite chorar para dormir, aprendi a orar. A chorar com Deus, e dizer tudo o que eu sentia. Ao acordar durante as madrugadas, me lembrava de que Ele me ajudaria a vencer aquelas horas, e que ali, com Ele, eu estaria salva, e protegida.

Minha pergunta agora já não é mais “quais são os seus medos”, mas “até quando AINDA deixarão de pedir socorro e libertação ao amigo Deus?”.

“Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.” Jeremias 29:12-13

Que durante esta semana, antes mesmo de estudar a lição, você e eu possamos nos lembrar de, ao acordar, escorregar da cama e bater um papo com Ele. E que ao abrir nosso coração, possamos receber dEle a fé que nos falta pra nos libertarmos de todo mal.

Amém.

Milene Tavares

Faça seu comentário
Article

Crescendo em Cristo – Dom. 28/10

Thiago Sieiro

Faça seu comentário
Article

A extensão do problema – Dom. 21/10

“Não há ninguém vivendo como deve, nem um sequer; Ninguém entende, ninguém presta atenção em Deus. Todos eles erraram o caminho; todos estão vagueando sem rumo. Ninguém está vivendo da maneira correta, e não creio que há quem o consiga. A garganta deles é um túmulo aberto, e a língua, escorregadia para enganar. Cada palavra que pronunciam está impregnada de venenos. Eles abrem a boca e tempesteiam o ar. São eternos concorrentes ao prêmio “pecador do ano” e emporcalham a terra com sofrimento e ruína. Não fazem a menor ideia do que seja viver em comunidade. Eles passam por Deus e o ignoram.” Romanos 3:11-18 (A Mensagem)

Lendo esse texto vemos um cenário de pessoas que não estão nem aí com Deus. Pessoas que, perdidas, vagam sem rumo, sem amor e sem compaixão ao próximo. Seriam classificadas, portanto, pessoas que não tem Cristo no coração. Ou, pessoas do mundo. Certo? Será mesmo?

Continuemos lendo a carta de Paulo, em Romanos:

“Está claro que esse texto não representa o que Deus diz a respeito dos outros, mas o que diz sobre nós, a quem as Escrituras foram primeiramente endereçadas! Está claro também que somos todos pecadores, cada um de nós. Estamos no mesmo barco furado, com todos os outros! Nosso envolvimento com a revelação de Deus não nos deixa de bem com Ele. Isso só faz realçar nossa cumplicidade com o pecado de todos os outros.” Romanos 3:19 e 20 (A Mensagem)

Você ja caiu no mesmo erro que eu, que nasci na Igreja e tive minha vida espiritual baseada nas atividades que participei, nos números de cultos que assisti ou nas moedas que dei a garotos no farol, acreditando ser, assim, um homem de Deus?

A Bíblia nos mostra que somos iguais a todas as pessoas. O que fazemos não nos tornará mais ou menos cristãos se nosso CORAÇÃO não condizer com nossas atitudes.

Mas, o que nos faz confundir o que somos com o que fazemos?

EU! Sim, EU! Quando nosso EU é maior que as pessoas e maior que Deus, queremos sempre fazer, fazer e aparecer. Acabamos não pertencendo a Ele, mas a nós mesmos.

Uma vez ouvi que o Diabo não precisa que façamos a vontade dele, mas que NÃO façamos a vontade do Pai. Quando passamos por cima de nosso próximo, e desrespeitamos os ensinamentos de Deus, estamos fazendo apenas a nossa vontade. E isto pode acontecer na Igreja, em casa, ou em qualquer outro lugar.

Mas Deus pode nos resgatar disso. A Bíblia está cheia de histórias de personagens arrependidos, os quais Deus ensinou, pelo Seu amor e graça, a descerem do pedestal, serem humildes e, com Ele, tornarem-se cristãos de verdade.

Que nesta semana você possa experimentar do amor e da graça de Deus, deixando seu Eu de lado, e unindo seu coração e suas atitudes à vontade dEle.

Thiago Sieiro

Faça seu comentário
Article

Humanos, obra de Deus – Dom. 14/10

O ser humano, uma máquina fantástica que foi feito a imagem e semelhança de Cristo. Mas Adão não conseguiu ser o que Ele planejou para a raça humana e comeu então, do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, o seu “EU” foi maior e através do pecado se afastou do seu Criador. Então envia Deus Seu Filho, Jesus, que vem expressar em sua plenitude a intenção de Seu Pai ao criar, você e eu, nos mostrando como deveríamos buscar ser.

Que essa semana eu e você possamos buscar ser a Imagem e Semelhança daquELE que nos fez com Suas próprias mãos.

Thiago Sieiro

Faça seu comentário